Três Perguntas a Paulo Laureano

Produtor e Enólogo Paulo Laureano 

Quem é o Paulo Laureano?

Enólogo, alentejano, português, apaixonado pelo que faz e que acredita na identidade e diferença dos vinhos portugueses como garantia de futuro desta bebida, neste maravilhoso pedaço de terra, no sudoeste da Europa.

 

Um vinho e o prato que melhor o acompanha?

Dolium Escolha Branco 2016 (100% Antão Vaz dos xistos da Vidigueira) com umas vieiras salteadas servidas sobre um molho de cogumelos selvagens.

A receita é do Chef Pascal Meynard do Ritz Four Seasons em Lisboa e seria incapaz de a reproduzir. Mas a sopa de cação da minha mãe também não lhe fica a traz na combinação com este vinho.

 

Dicas para melhorar a experiência com o vinho?

Considerando que a questão das temperaturas, dos copos e de tudo o que rodeia o serviço é algo já bem claro na cabeça do consumidor para uma melhor degustação, eu diria que um vinho se avalia sempre melhor se conseguirmos olhar para o “copo de maneira diferente”, procurando não beber o rótulo, mas sim toda a história que ele encerra.

Um vinho Paulo Laureano para:

Guardar e beber daqui a 10 anos:

Paulo Laureano Genus Generationnes Miguel Maria Laureano Alfrocheiro 2014

Levar para uma ilha deserta:


Dolium Escolha Branco 2016

Para beber enquanto cozinha:

Paulo Laureano Bucelas Espumante Bruto 2010

Para o final do dia:


Paulo Laureano Selectio Tinta Grossa 2013

Da cave para beber agora:


Dolium Reserva Tinto 2001

Para um momento especial:

Dolium Reserva Tinto 2014

Receber as novidades do Adegga