Três Perguntas a Carlos Lucas

Enólogo da Magnum – Carlos Lucas Vinhos 

Quem é o Carlos Lucas ?

A enologia é uma disciplina da engenharia e essa será talvez a maior moldagem do meu entendimento, pratico e pragmático na criação de vinhos mas suficiente moldável para trocar a intuição pela disciplina mental, não que não seja racional, que o sou mas o vinho e as cepas continuam um segredo com tantas variáveis que lhes sigo a vantagem de me deixar guiar pelo olfato.

Sou um criador de vinhos, apaixonado pela lavoura, perdido pela família, gosto de uma boa mesa e de uma tertúlia com amigos que me alargue o sorriso e encha o coração. Nasci em Coimbra, cedo subi à Beira e nesse sentido serei um Beirão com raízes no Dão que gosta de andar de mota, restauros, de fazer coisas diferentes. De cães e carros antigos, um conservador atrevido pela novidade, comprometido com a terra mas provocador quanto baste para ter a cabeça arejada.

Irreverente o quanto baste para conseguir descobrir novos caminhos e perdidamente apaixonado pelos vinhos, sobretudo os brancos, e por ver nascer projetos que respeitem a terra e as suas matizes. Tdos nós temos uma herança e eu sou muito orgulhoso do meu espólio. A terra é o que me dá o sustento, foi a terra que me viu crescer e nesse sentido sou um filho da terra que respeita as suas idiossincrasias. É o que deixaremos aos vindouros e o que precisamos respeitar.

Sou observador, viajo muito para contento da alma, mas também para melhorar e aprender, eu próprio comigo e o espirito com o que vejo. Quero estar sempre mais além e nesse sentido sou incansável, calibrando a vida entre o trabalho, a mulher e os filhos, que são muito do sentido que vejo na vida. Volto sempre, tenho que ter uma origem embora os amigos me digam que vadiar também é oficio, gosto de ter pés vincados em solo firme. E de fazer coisas diferentes, talvez ousadas, sem desrespeitar valores antigos.

Um vinho e o prato que melhor o acompanha?

Bacalhau…sempre bacalhau mas com inovação.
Ribeiro Santo Vinha da Neve 2015 branco e Nuggets de Bacalhau ( que também dá para comer à mão)

Dicas para melhorar a experiência com o vinho?

Sem duvida que a escolha de copo adequado continua a ser uma batalha. Se nos restaurantes já tem conhecimento deste facto continuam a menosprezar a compra de bons copos .

Um vinho Carlos Lucas para:

Partilhar com os amigos

Ribeiro Santo Grande Escolha 2011 tinto

Guardar e beber daqui a 10 anos:

Envelope Ribeiro Santo 2016 branco

Levar para uma ilha deserta:

Ribeiro Santo Encruzado 2016 branco 

Para beber enquanto cozinha:

Tom de Batom 2016 branco

Para o final do dia:

Maria Mora Reserva 2014 tinto

Da cave para beber agora:

Quinta da Alameda Reserva Especial 2012 tinto

Para um momento especial:

Ribeiro Santo Carlos Lucas Família 2014 tinto

Receber as novidades do Adegga