OURO E PRATA PARA A ADEGA DE MONÇÃO NA EDIÇÃO CATAVINUM WORLD WINE & SPIRITS 2018

A Adega de Monção recebeu quatro medalhas, duas de ouro e duas de prata, na 7ª edição do concurso internacional Catavinum World Wine & Spirits, que se realizou no passado mês de fevereiro, em Espanha. O Alvarinho Deu La Deu Reserva e Alvarinho Deu La Deu Premium foram distinguidos com ouro e o Muralhas de Monção 2017 e Alvarinho Deu La Deu 2016 com prata.

 

Ouro e Prata para Deu la Deu e Muralhas de Monção

O Alvarinho Deu La Deu Premium, de 2015, distinguido com medalha de ouro, é um verde branco macio, encorpado e seco. Produzido a partir de uma seleção das melhores uvas da casta Alvarinho, evidencia a presença de frutos secos em harmonia com a madeira, resultante do estágio de quatro meses em cascos novos de carvalho Francês e Americano.

Já o Alvarinho Deu La Deu Reserva, de 2015, também vencedor de ouro, é um verde branco elaborado com casta Alvarinho proveniente de vinhedos antigos. Limpo e fresco, com forte presença do aroma a flor de laranjeira, maracujá, pêssego e alperce, é um vinho macio e encorpado, onde sobressaem os sabores frutais.

Com medalha de prata, o Alvarinho Deu La Deu, de 2016 ( na foto)  é um vinho branco seco de caráter frutado, com predominância de frutos de prunóideas, com algumas nuances a frutos tropicais e algum caráter floral, ideal para acompanhar carnes brancas, marisco e peixe.

Líder de vendas da Adega de Monção, o Muralhas de Monção, de 2017 conquistou nesta competição a medalha de prata. É um branco equilibrado, persistente, macio e seco, com carácter predominantemente frutado, onde se destacam os aromas de prunóideas (pêssego, alperce, resultantes da elevada percentagem de vinho da casta Alvarinho.

A Adega de Monção, que faturou 14 milhões de euros em 2017, representa mais de 1700 produtores e uma área de vinhas de mais de 1200 hectares, 60 por cento das quais da casta Alvarinho. É, atualmente, líder de vendas na Região dos Vinhos Verdes.

Receber as novidades do Adegga